BODE EXPIATÓRIO

É o macho caprino que no Dia da Expiação levava simbolicamente os pecados do povo para o deserto (Lv 16,7-20), onde segundo a crença popular morava o espírito mau de Azazel (cf. Lv 11,8 e nota: Mt 12,43).

Ao lado da idéia da necessidade de sacrifícios para expiar pecados aparece outra, na qual se dispensa o derramamento de sangue para perdoar pecados (Ex 34,6-7; Ez 18,21-23; Mt 6,12-14s; Hb 7,26-27; 1Jo 1,9; Ap 21,22.

Ver “Expiação” e “Sacrifícios“.

Livros recomendados

Visite a livraria

image

Catena Aurea – Vol. 2 – Evangelho de São Marcos

image

Mentiram (e muito) para mim

image

O Comunista Exposto

image

1964 — O ELO PERDIDO – O Brasil nos arquivos do serviço secreto comunista