VOCAÇÃO

Cristo é o grande “chamado”. Nele todas as coisas foram chamadas à existência (Ef 1,4-6.11-14; Rm 8,29; 1Pd 1,20s; Cl 1,15-23; Jo 1,1-3; Gn 1,1-2,4).

Esta vocação em Cristo pode ser individual e comunitária. Deus chama grandes homens para formar comunidades: Abraão (Gn 12); Moisés (Ex 3,6); Samuel (1Sm 3); Isaías (Is 6); Cristo (Hb 10,2-5; Mt 26,28; At 20,28; 1Pd 2,9s) que fundou a comunidade apostólica. Chama também comunidades ou povos através desses homens escolhidos; assim chamou Israel e a Igreja.

Esquema bíblico-literário da vocação:

  • Procede da liberdade soberana de Deus (Jr 1,4s; Rm 8,30; 1Cor 1,9s; Gl 1,15).
  • Exige o despojamento, na fé, pela obediência (Gn 12; Mt 4,18-22; 16,24-26; 8,18-22).
  • Suscita quase sempre o temor no coração dos chamados (Ex 3,6; Jz 6,22; Is 6,5; Jr 1,6).
  • Investe o “chamado”de uma missão, que a Bíblia costuma assinalar com a mudança do nome (Gn 17,4-8.19; Lc 1,13.31s.59-63; Jo 1,42). Esta investidura corresponde, geralmente, a uma comunicação do Espírito: Profetas (1Sm 10,6; 16,13; Is 11,2; 42,1); apóstolos (Jo 20,22; 15,26; 16,7; At 2,1s).

Na Igreja todos somos iguais por razão da vocação em Cristo (Ef 1,22s; 4,11-16; 5,23; Cl 1,18; 2,19; 1Cor 12,13; 10,17; Gl 3,28s; Mt 23,8-12).

Contudo, temos funções diferentes, que supõem uma vocação na e para a comunidade.

Ver “Carisma“, “Igreja”, ” Ministérios“, “Sacerdócio“, “Profeta“.

Livros recomendados

Visite a livraria

image

O Diabo na História

image

Do Comunismo

image

Catena Aurea – Vol. 2 – Evangelho de São Marcos

image

Sete Mentiras Sobre a Igreja Católica